Borboletas Diurnas

Em Portugal ocorrem 137 espécies de ropalóceros (ou borboletas diurnas) distribuídas por 6 famílias. Na região do Pinhal Litoral, a esta data, estão confirmadas 58 espécies de 5 famílias distintas.


Família Hesperiidae

Constituída por borboletas pequenas (20 a 35 mm) e com um voo bastante rápido. Geralmente são pouco vistosas, de cores pardas, predominantemente ocres ou acinzentadas. Possuem uma cabeça larga, com as antenas bastante afastadas, o que as distingue das restantes famílias de ropalóceros. 17 espécies conhecidas em Portugal, 5 confirmadas no Pinhal Litoral.


Família Lycaenidae

Borboletas pequenas (15 a 35 mm), de cores muito variadas, dos azuis e verdes intensos aos acobreados suaves. 35 espécies conhecidas em Portugal, 17 das quais confirmadas no Pinhal Litoral.


Família Nymphalidae

Uma família muito variada, com borboletas médias a grandes (30 a 85 mm) e de cores e comportamentos bastante diversificados. 65 espécies em Portugal, 22 confirmadas no Pinhal Litoral.


Família Papilionidae

São borboletas grandes (45 a 80 mm), vistosas e coloridas, com as asas posteriores a terminar numa pequena cauda. Possuem um voo poderoso e apresentam uma distribuição muito abrangente. Das 4 espécies dadas em Portugal, 3 delas estão confirmadas no Pinhal Litoral. Nota: de acordo com alguns autores, apenas ocorrem 3 espécies em Portugal.


Família Pieridae

Borboletas de tamanho médio (35 a 70 mm), predominantemente de cor clara, geralmente brancas ou amareladas. Apresentam uma distribuição alargada e algumas espécies estão perfeitamente adaptadas aos ambientes humanizados. 15 espécies em Portugal, 11 confirmadas no Pinhal Litoral.